quarta-feira, 11 de julho de 2012

Poeira


Cada grão de areia em que me desfiz é um sentimento, e nenhum deles se encaixa.
Vazio agudo.
Vazio cheio de tudo.
Vazio cheio de nada.

“Já estou cheio de me sentir vazio
Meu corpo é quente e estou sentindo frio
Todo mundo sabe e ninguém quer mais saber
Afinal, amar o próximo é tão demodé.”

Um comentário:

  1. Não se deixe se esvaziar por inteira pequena. Não se esqueça do bom do amor. "Somos tão jovens..."

    ResponderExcluir