segunda-feira, 25 de julho de 2011

"Ser essência... muito mais"

A maioria das pessoas passa de oito a doze horas por dia fazendo coisas que não fazem sentido na vida delas.
PERMITA-SE! PERMITA-SE!

Um grande aglomerado de pessoas de diferentes feições.
Não reparei muito nelas, meus olhos grudaram no palco imediatamente. Podia-se ouvir "A poesia prevalece", era a voz do Anitelli, mas não ao vivo. Não ainda. Minhas mãos seguravam o mundo. Estavam grudadas com as do menino dos olhos de céu. Arrumamos um lugar que permitia a vista e não era tão longe do palco. Fui obrigada a subir na calçada pois sou um tanto pequena. Alguns minutos depois lá estavam eles no palco. Começaram com uma das músicas favoritas do meu menino. Era possível ver sorrisos em grande parte da plateia. Sorrisos de pessoas com cultura e coração sensível. É preciso ter um coração sensível e permitir ser tocado pela banda.
Ao longo do repertório a emoção crescia. A música era alimento para a alma e as encenações aqueciam o coração. Um abraço envolveu meu corpo. Ah! Como eu amo tal abraço. Vez ou outra eu olhava para o céu, e podia sentir as estrelas pertinho de mim.

Sereia bonita descansa teus braços em mim
Eu quero tua poesia teu tesouro escondido

Uma voz que tocava a alma presente no palco, e outra que mexia com todos os meus sentidos em meu ouvido. A frente uma moça bonita aumentando o espetáculo em apresentações circenses. E lá em cima estava o palhaço lhe jogando purpurina verde.

Deixa a onda levar todo esboço de ideia de fim
Defina comigo o traçado do nosso sentido.

(A pedra mais alta! O amor. Eu sempre o enxerguei assim, a pedra mais alta. Uma rocha forte no meu do mar que é a vida. Muitas vezes a rocha se mistura com o mar. Mas ela permanece a existir, mesmo a maré batendo. Oh, segure minha mão. Defina comigo o traçado do nosso sentido.)

Outras belas canções dentre o repertório e logo (não tão logo assim) a minha favorita. Não que eu já não tivesse certeza, mas todo aquele espetáculo (dentro e fora de mim) me fez crer mais ainda que eu quero viver com arte. O Teatro Mágico faz a gente olhar para dentro de nós com uma atenção maior. Permite que todos os sonhos despertem. Sonhar possibilita ao ser humano honrar um pouco sua espécie e mostrar a sensibilidade presente em seu íntimo.
Eu sinto que sei que sou um tanto bem maior. Mãos no alto. Pessoas sonhando ao mesmo tempo. Pessoas emocionadas a minha volta. E um coração (que agora é meu também) batendo pertinho, junto ao meu.

Próximo ao fim, o ápice, eu podia jurar que ia vomitar meu coração ali. Uma ligação para uma amiga especial que eu queria que estivesse ali.
Tua palavra, tua história, tua verdade fazendo escola. Eu podia ouvir a canção ecoando interiormente. Virei-me e encontrei o sorriso mais lindo do mundo, a continuação da canção, vozes misturadas. Metade de mim, agora é assim. De um lado a poesia, o verbo, a saudade, do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim... Um beijo. O beijo, é sempre o beijo, por mais que não seja o primeiro. Cada um deles é especial. Abraço apertado estilo "não-vou-te-largar-nunca-mais".
Só enquanto eu respirar vou me lembrar de você.

O desfecho, como todo espetáculo precisa de um fim. Eu podia sentir meus pés tocando ao chão novamente. Era como voltar pra terra. Entrei no carro e voltei pra casa com um pedaço do mundo comigo. Aliás, carrego comigo vários pedacinhos do mundo. Algumas pessoas chamam de lembrança, mas eu prefiro "mundo". O menino dos olhos de céu foi comigo até em casa. E pela mileonésima fez a certeza de que eu quero aquele abraço comigo até eu ficar velhinha apareceu.
Arte e amor andam de mãos dadas.

8 comentários:

  1. O sentido, o momento, a fuga do mundo e um mergulho nos sonhos. Com o mundo em meus braços.
    "Põe a mão no coração"

    ResponderExcluir
  2. A música permite que eu sinta essas emoções! ;D
    Como se o amor fosse a coisa mais alta a se alcançar, como se nada pudesse superar esse sentimento! =)

    ResponderExcluir
  3. Texto maravilhoso, chérie. Também já me senti assim, é maravilhoso!

    (estive a espreitar a lista de blogues, o meu já não é o Ha Uma Estrela No Céu. Se quiseres, posso dar-te o novo endereço pelo twitter)

    ResponderExcluir
  4. Já faz três anos que minha vida não é a mesma. Nunca mais foi a mesma desde a primeira vez que ouvi "Pena". O Teatro Mágico traz sentimentos muito bons para aqueles que sabem aproveitar belas canções. Realmente, "A poesia prevalece"! Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Oie, sou do blog http://deixa-me-ser-entao.blogspot.com/

    ...
    Adorei seu blog, e já me tornei seguidora.
    Beijos, e bom fim de semana. :D

    ResponderExcluir
  6. Nossa, fiquei morta de vontade de ir ao show deles, há tempos que eu espero O Teatro Mágico na minha cidade, mas terei que escolher entre o show ou uma viagem na mesma data ):

    ResponderExcluir