terça-feira, 14 de setembro de 2010

Lucy e o violinista

Os cabelos negros caíam-lhe sobre os ombros, uma fitinha azul enfeitava-lhe o cabelo. Seus olhos eram pequenos e pareciam fitar tudo á sua volta. Essa era Lucy. Ao seu lado havia várias pessoas, simples, como essas que convivemos hoje em dia. A atenção delas, assim como a da menina, estavam focadas no rapaz magro, cujo semblante aparentava cansaço. Suas pernas longas estavam dobradas, sentado sobre a cadeira, o vento fraco tocava-lhe o cabelo bagunçado. Nas mãos segurava um violino, o show iria começar.
Enquanto movimentava suas mãos, chegava ao ouvido dos expectadores uma melodia suave, que aos poucos iria tornando-se mais grave.
Os olhos da menina pareciam duas estrelas, brilhavam, ah e como brilhavam... A cada nota ela suspirava e em sua memória que mesmo com pouco tempo de uso (ao todo 16 anos) vinha-lhe uma lembrança. Nas notas mais graves talvez ela lembrasse de algo doloroso, franzia o cenho e mordiscava o próprio lábio. Eram os sentimentos manifestando-se no exterior. A cada nota mais suave, ela fechava seus olhos e sorria. Talvez lembrasse do garoto de olhos cor de mel que cheiro de aconchego. Vagas lembranças... Ela podia viajar. Não era só ela não, todos ali pareciam ter seus sentimentos aguçados por aquela música. Ao final da melodia todos ficaram em silêncio. Talvez extasiados ainda. Somente Lucy manifestou-se; sorriu para o violinista, como seu sorriso tímido e sincero... Um presente num fim de tarde.

5 comentários:

  1. Incrível, parabéns!
    Sentimentos manifestados através da música são nostálgicos, prazerosos, impulssivos. É bom viajar com músicas, cheiros e pessoas, assim acabam-se inutilizando as "drogas".

    ResponderExcluir
  2. Nossa, me identifiquei. Uma vez, neste ano mesmo, um garoto tocou piano na minha escola. Devo dizer que eu era uma das pessoas mais emocionadas ali, haha. Lindo como sempre!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto, melodias podem tocar a alma mais do que muitas palavras doces.
    "Lucy", também tenho algumas em minha gaveta :)

    ResponderExcluir
  4. Adorei conhecer você, Lana. Seu comentário é um dos mais especiais que recebi.

    ResponderExcluir
  5. É como se cada nota daquela música fosse feita para ela.

    ResponderExcluir