sexta-feira, 27 de março de 2015

Cheiro de mato
Incendiando o ar
Teu cheiro?
Erva do diabo?
Aquele velho disco girando
INCANSAVELMENTE
Na vitrola.
A chuva ainda s e c a
No asfalto dessa cidade
Cinza.
Estou úmida.
Estou louca.
Louca de saudade.
Pela minha cabeça
Passam mil posições
Que eu poderia estar fazendo
Com você
Agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário