segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Maria Amélia, Maria Safo



Aos seus olhos 
sou uma tripa da Amélia
Servindo a mesa
sirvo a ti.

No sonho, no escuro,
em fuga
sou furacão indomável.
Safo.

Cativo em passos de formiga
o descortínio dos segredos
O desejo a luz do sol,
o servir a mim mesma

Nenhum comentário:

Postar um comentário