domingo, 3 de agosto de 2014

O Labirinto Místico


A neblina encobre o labirinto da vida
como se não bastasse todos os desencontros
e todas as partidas,
ainda restam as dúvidas
dessas inconvenientes que tiram o fôlego
e parecem nunca ser resolvidas.

Há tantos monstros em minha mente.
Não fui eu quem os criou.
Há versos vazios ilustrando o momento,
palavras duras martelando no meu coração
e rimas fracas para aliviar o tormento.

Estou cansada de tantos nós,
O alívio só  surge a sós.
A vida é como um grande circo místico
tal como a música do Chico Buarque com o Edu Lobo.

"Não sei se é um truque banal
Se um invisível cordão
Sustenta a vida real"

Não sabemos como funciona essa engrenagem
e o que sobra já que  estamos só de passagem.
"Não sei se é nova ilusão
Se após o salto mortal
Existe outra encarnação"

Nenhum comentário:

Postar um comentário