terça-feira, 9 de novembro de 2010

Não é justo

"Não é justo" é o que pensamos algumas vezes quando um relacionamento termina. Mas, nem sempre nossas definições do que é justo e injusto são semelhantes as de outras pessoas. Nesse intervalo de tempo grande parte de nossas atitudes são baseadas no que tachamos ser certo ou errado, e isso traça rumos diferentes em nossa vida. Se alguém escolhe terminar um relacionamento por "não amar o suficiente" (se é que isso existe) é justo, assim não há mentiras. Porém é injusto o pedaço que nos fica faltando. É difícil apagar certas marcas, e mesmo sabendo que ela nos ensinou alguma coisa, não remedia a dor da saudade e ausência. Sonhar com um tempo bom que não volta mais reabre feridas que pensávamos ter cicatrizado e desvia nossos caminhos de novos horizontes.
Ps: Desculpem-me pelas postagens singelas. Ultimamente tem sido um tanto difícil para eu escrever, tanto pela falta de tempo, quanto pela falta de criatividade. Não sei realmente se alguém se importa, mas gostaria que comentassem dando a opinião de vocês sobre o texto acima, e se quiserem algumas sugestões de textos para eu escrever; significará muito para mim. Saber que alguém lê isso aqui já faz com que meu sonho de ser uma escritora um dia caminhe para a realização.

9 comentários:

  1. Eu me importo e só não apareci mais por aqui porque fiquei um bom tempo sem internet, mas estou de volta, eu já disse o quanto eu gosto do que você escreve né? Mas é bom ressaltar, e sobre o texto acima, eu sei EXATAMENTE o que você quer dizer, passei por isso recentemente, um relacionamento de anos foi por água abaixo, e é com pesar que eu penso nisso.
    Mas sabe, tudo passa, pelo menos eu espero que seja assim...

    ResponderExcluir
  2. Ah, só pra informar eu mudei o endereço do meu blog ok?
    http://bosquecortex.blogspot.com/

    :D

    ResponderExcluir
  3. e aí parece que um mundo de coisas se torna injusto mesmo. porque os dias mudam, oque era não é mais, e você queria que fosse, queria o ontem, as coisas que foram compartilhadas. É um costume, vira costume, sentimentos e sensações contínuas, que por nada nessa vida a gente queria que mudasse. mas as pessoas não sao iguais, como disse, como base na lei da relatividade - ele não pensa como eu, logo nao sabe que preciso dele - ah, como eu queria que também precisasse de mim..

    ResponderExcluir
  4. Agora mesmo, eu estou com esse pensamento de "Não é justo" e ler esse texto fez realmente com que aquelas feridas que estavam com curativo e remédio, ficassem em carne viva. Ler esse texto, em suas palavras, singelo foi o suficiente pra descrever muita coisa que eu não consigo colocar em palavras. O texto é pequeno em linhas, mas tão carregado de significado que o tamanho deixa de ser importante.
    Fico me perguntando por quê não li nada do que você escreve antes...

    ResponderExcluir
  5. Nunca comentei, mas acho todos os seus textos incríveis.

    ResponderExcluir
  6. Sim, deveras sigela a postagem, mas não deixou de estar lindíssima *-*

    ResponderExcluir
  7. Acabei de achar o seu blog!
    Adorei os seus textos,e principalmente esse,tbm ja passei por isso,demorei muito pra superar,mas agora sei q ficar presa no passado é errado,as pessoas devem esquecer e seguir em frente.
    Continue com seu sonho de escritora,vc tem muito talento =D

    ResponderExcluir
  8. Olhe, acho que no fundo não existe coisas injustas, justas, boas, más... Acho que tudo depende de um ponto de vista. Para fulano a vida e boa, para cicrano é má. Não temos um consenso, então tudo ou é uma incógnita ou talvez não exista. Coisas abstratas foram criadas pelos seres humanos, então modificamo-as o quanto quisermos.

    Enfim, devo estar "viajando" como dizem as pessoas que vivem a minha volta. E não se preocupe com sua crise criativa, parece que todos estão sendo infectados com ela, inclusive eu.

    Um beijo da Mar, Miss Lana.

    ResponderExcluir
  9. Eu amo o teus textos, mas nunca tinha comentado, um pouco por preguiça, mas acabei chegando no teu twitter e fuçando lá, achei que isso deve ser importante pra ti. Cheguei no teu blog por acaso, e sempre volto, atras de atualizações. Você consegue descrever perfeitamente as coisas que eu estou sentindo sabe...? e isso me dá a impressão de que te conheço... Obrigada pelos textos lindos. Mesmo!

    ResponderExcluir