terça-feira, 8 de junho de 2010

Querido diário de bordo,

Ultimamente eu tenho tido dias bonitos. Quem diria que você iria me ouvir dizendo isso hein? Tenho achado os seres humanos mais bonitos, os dias também, mesmo quando está sol e calor em demasia. Parei até esses dias para tentar ver constelações... É meu amigo, eu ainda não consigo. Mas um dia eu ganharei uma luneta. Não vou dizer-lhe que tenho sido mais paciente. Um passo de cada vez, e além do mais, eu ainda distribuo mal humor. As vezes é incontrolável sabe? Hoje em dia ninguém sente mais nada. É tudo pra fora, só falam, riem, brigam, e nada sai aqui de dentro; do coração. Comprei uns livros esses dias, e quando eu tiver bastante quero comprar uma estante para colocar em meu quarto; estarei cercada de amigos, o que acha? Mamãe comprou chá de camomila essa semana, mas não dura nada não é? Tomo chá o dia todo quase, melhorei com o café. Tenho dado mais atenção para os meus animais, e tenho tentando ser mais paciente com a minha mãe. Algumas noites eu consigo dormir a noite toda. Antes de ir pra aula observo o sol nascer e clarear por completo a cidade. Cuja em todos os lugares á algum rindo, cantando, amando, e eu apenas esperando o dia em que conseguirei decifrar todos esses sentimentos aqui dentro, e essa sensação de as vezes não sentir nada sentindo demais, entendeu? Não? Eu também não entendo. Se eu me tornei alguém melhor? Não sei se um dia fui ruim, só aprendi a dar valor á algumas "coisas".

2 comentários:

  1. Demais *--*, conheço uma pessoa que escreve tão bem quanto você e bebe muito chá, será que o segredo está no chá?

    ResponderExcluir
  2. Você acaba de descrever a minha rotina.

    Amo seus textos :) Também sou um pouco Lovegood, oras.

    ResponderExcluir